PENSANDO CULTURAS AMERÍNDIAS: EXPERIÊNCIAS DE UM PROJETO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM UMA ÓTICA DESCOLONIZADORA

Mery Nancy de Lima Leite, Danielle Bastos

Resumo


O Projeto Pensando Culturas Ameríndias em parceria com o Pró – índio UERJ, tem por escopo relacionar a temática dos estudos que atravessam as áreas do ensino de História e Geografia desenvolvidos pelo instituto CAp UERJ associando-se aos objetivos traçados pela Lei 11.645/2008 que incorpora a obrigatoriedade do ensino das histórias e culturas das socialidades ameríndias na educação básica. O objetivo concentrou-se em aprofundar a expansão do tema para outras áreas de aprendizagem como o raciocínio lógico-matemático, compreensão leitora, assim como orientar a seleção e produção de material didático sobre o assunto. A inserção dos autores indígenas (BENITES, 2012; KOPENAWA, 2010; WILDCAT,2013), tanto quanto o acervo com materiais produzidos pelos Mbyá (Guarani), grupo de língua guarani do tronco Tupi, presentes no estado do Rio de Janeiro incorporam uma das características peculiares do projeto. A pesquisa tem como objeto central, portanto, a descolonização e o estudo da diferença com foco específico no ensino de culturas ameríndias presentes no contexto brasileiro e território sul-americano.

Palavras-chave: Culturas ameríndias, Inciação à Docência, Educação Básica


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2447-3618 [eletrônico]
Aproximando, uma publicação eletrônica da Sub-Reitoria de Graduação da UERJ, gerenciada pelo LaTIC - Laboratório de Tecnologias de Informação e Comunicação. UDT - Unidade de Desenvolvimento Tecnológico que pertence a COPEI - Coordenadoria de Avaliação, Projetos Especiais e Inovação.

Universidade do Estado do Rio de Janeiro / LaTIC - Laboratório de Tecnologias de Informação e Comunicação /Rua: São Francisco Xavier, 524, Andar Térreo - Bloco F - Sala T032 / Maracanã - Rio de Janeiro - RJ - Cep 20550-900