O USO DO NEUROMARKETING PARA DECIFRAR O CONSUMIDOR

Cristiane Redivo, Tânia Almeida Gouveia

Resumo


Este artigo teórico tem sua origem em um Trabalho de Conclusão de Curso da Faculdade de Administração e Finanças (Faf), da Uerj. O objetivo deste estudo teórico é apresentar uma breve revisão sobre o conceito de neuromarketing e gerar debate sobre sua contribuição na compreensão sobre o comportamento do consumidor.  As principais críticas em relação às pesquisas tradicionais sobre o consumidor estão relacionadas ao fato de que, muitas vezes, as pessoas não dizem o que realmente pensam. Neste contexto, o neuromarketing procura gerar conhecimento a partir do que se passa no cérebro do consumidor. Trata-se de uma disciplina nova, que começou a ser estudada no final da década de 90, com base na neurociência e na neuroeconomia.

Palavras-chaves: Marketing. Neuromarketing.  Comportamento do Consumidor.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2447-3618 [eletrônico]
Aproximando, uma publicação eletrônica da Sub-Reitoria de Graduação da UERJ, gerenciada pelo LaTIC - Laboratório de Tecnologias de Informação e Comunicação. UDT - Unidade de Desenvolvimento Tecnológico que pertence a COPEI - Coordenadoria de Avaliação, Projetos Especiais e Inovação.

Universidade do Estado do Rio de Janeiro / LaTIC - Laboratório de Tecnologias de Informação e Comunicação /Rua: São Francisco Xavier, 524, Andar Térreo - Bloco F - Sala T032 / Maracanã - Rio de Janeiro - RJ - Cep 20550-900